Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Agências

‘Conduta indecente, obscena e lasciva’

Vp da Isobar deixa agência

07
agosto
2018



Jeremy Pincus, que era vice-presidente de pesquisa e estratégia da Isobar, deixou a agência depois de ter sido preso por supostamente ter feito gestos lascivos em direção a duas mulheres em um trem em Boston.

A Massachusetts Bay Transportation Authority Police prendeu Pincus em 1º de agosto, sob a acusação de abuso e conduta indecente, obscena e lasciva.

Um porta-voz da Isobar disse que a agência foi "informada pela primeira vez sobre essas alegações após investigações da imprensa", acrescentando que "Pincus não é mais um funcionário da empresa." Não foi confirmado se o profissional havia sido demitido.

Segundo relatórios policiais obtidos pela Adweek, Pincus foi preso no escritório da Isobar em Needham, Massachusetts, depois de ser interrogado em uma das salas de conferência da agência.

Jake Wark, porta-voz da promotoria pública em Massachusetts, disse que a polícia estava procurando por um homem que parecia estar tirando fotos de duas mulheres em um trem, no dia 25 de abril, enquanto girava” sua virilha contra elas.

Wark disse que as mulheres saíram do trem para fugir e o homem desceu na mesma estação. Mas quando elas caminharam em direção ao escritório da polícia de trânsito, notaram que ele havia deixado a estação, então não registraram queixa imediatamente.

Uma das mulheres forneceu fotos do incidente para a Turtleboy Sports, uma loja online fundada por blogueiros, que postou e compartilhou uma foto do suspeito em 26 de abril, segundo Wark. Esse post informava a polícia. Mais tarde, em 18 de maio, as mulheres conversaram com os policiais.

A MBTA publicou um aviso público em maio, divulgando fotos do suspeito, pedindo ajuda para identificá-lo. Wark disse que em 26 de julho a polícia recebeu uma ligação de um informante anônimo que identificou Pincus como um possível suspeito.

Ele acrescentou que a polícia está investigando se Pincus estaria envolvido em um outro incidente que ocorreu em um trem em 2 de maio, mas os detalhes são desconhecidos e o ex-vp está enfrentando apenas acusações relacionadas ao episódio de 25 de abril.

Pincus foi processado na Corte Municipal de Boston na última quinta-feira (02) e liberado com a ordem de "ficar longe de todos os trens urbanos e das vítimas", disse Wark.

Segundo relatos da polícia, Pincus disse a três oficiais que compareceram ao escritório da Isobar para interrogá-lo, em 1º de agosto, que o suspeito nas fotos "poderia ser" ele.

Durante o interrogatório, Pincus também ofereceu uma explicação para a sua alegada ação: que ele teria "ereções aleatórias ao longo do dia em lugares aleatórios", segundo relatos da polícia.

Os relatórios policiais citam Pincus dizendo: "Minha esposa me disse várias vezes para usar roupas íntimas diferentes", porque suas ereções podem ser vistas através de suas calças.

A próxima data marcada para que ele compareça ao tribunal é 18 de outubro.

Pincus juntou-se à Isobar em março de 2016. Antes disso, ele passou 16 anos na Forbes Consulting.

Leia a matéria da Adweek na íntegra aqui.
Jeremy Pincus