Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Agências

Contra nordestinos

Post preconceituoso é condenado pela Africa

08
outubro
2018



Os nascidos no Nordeste foram alvo de inúmeros comentários preconceituosos conforme foram sendo divulgados os resultados do primeiro turno das eleições presidenciais, neste domingo (07). Jair Bolsonaro, do PSL, teve votação menos expressiva nos estados que compõem essa região e o candidato Fernando Haddad, do PT, obteve melhor desempenho.

De acordo com a Lei do Crime Racial, a prática pode resultar em pena de dois a cinco anos de prisão em regime fechado e multa.

Um dos textos polêmicos partiu do diretor geral de atendimento da Africa, José Boralli, que postou: "Nordeste vota em peso no PT. Depois vem pro Sul e Sudeste procurar emprego", em sua conta pessoal no Instagram. Em seguida, ele apagou o texto e pediu desculpas.

Na manhã desta segunda-feira (08), Márcio Santoro e Sergio Gordilho, copresidentes da Africa, enviaram o seguinte e-mail para todos os funcionários da agência:

"Ontem o Brasil dormiu dividido.

Comentários preconceituosos e próximos da irracionalidade reinaram nas redes sociais.

Sem fazer juízo de valor, precisamos, acima de qualquer partido ou corrente, respeitar as pessoas. A eleição passa, o país anda, as nossas atitudes ficam.

No meio desse turbilhão, um funcionário da Africa postou um comentário infeliz e preconceituoso.

O sucesso da Africa é a prova viva da força do convívio de pessoas de diferentes origens e backgrounds.

Nascemos da diversidade.

Acreditamos nela e a defendemos, acima de tudo.

Não respeitá-la seria arranhar nossa biografia e nossos RGs, na maioria nordestinos.

O comentário desse funcionário não coincide com nossa crença, não está a altura da nossa história.

Por isso, a Africa condena e afirma que tomará as medidas cabíveis em relação a esse caso que, em hipótese alguma, representa a nossa opinião e fere o nosso Código de Conduta.

Continuaremos vigilantes em relação a qualquer atitude, seja ela de quem for ou onde for, que venha a ferir os nossos valores.

Sem mais,
Márcio Santoro e Sergio Gordilho"

Segundo fontes do Clubeonline, Boralli foi afastado de seu cargo.

Outros profissionais e líderes do mercado publicitário publicaram posts agressivos e descabidos, alguns destacando a região Nordeste em vermelho e escrevendo em cima: "Venezuela". Como foram apagados e não temos as prints, não podemos destacar os nomes.

Vale destacar que, em um regime democrático como o brasileiro, cada cidadão tem o direito de votar em quem bem entender:  à esquerda, à direita ou ao centro.