Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Internacional

Efeito Rogue One

Disney é o 1º estúdio a faturar US$ 7 bi com bilheteria

20
dezembro
2016



Rogue One deu a força que a Disney precisava para atingir um feito histórico. É o primeiro estúdio a faturar US$ 7 bilhões em um ano com a bilheteria. A melhor marca até então pertencia a Universal, que havia registrado US$ 6,89 bilhões em 2015. Mas desde o sucesso de Dr. Estranho no cinema, em novembro, já se aventava a possibilidade de a Disney atingir fabulosos US$ 7 bilhões porque tinha na manga ainda o filme spin-off de Star Wars e a animação Moana (o Clube de Criação tinha cantado essa bola aqui).

Dito e feito. Os números mais atualizados de Rogue One mostram que o final de semana foi espetacular para a franquia Star Wars. Na noite de estreia, na quinta-feira 15, o filme havia faturado US$ 29 milhões só nos Estados Unidos (leia mais aqui).

Com o final de semana e a exibição em 54 países, o resultado internacional do longa chegou a US$ 290,5 milhões (foram US$ 5,3 milhões no Brasil). Nos EUA, o montante amealhado é de US$ 155 milhões.

Mas é lógico que não foi apenas a LucasFilm a contribuir com o recorde da Disney. O estúdio pode se felicitar por ter tido lançamentos bem sucedidos da Disney, da Pixar e da Marvel. Atualmente, a Disney responde por cinco dos filmes no top 10 deste ano, qualquer que seja a esfera de análise: global ou doméstica (no caso, os EUA).

Capitão América – Guerra Civil é o filme número 1 do mundo neste ano, faturando US$ 1,15 bilhão globalmente. E Dr. Estranho segue seu caminho de sucesso, com US$ 647,8 milhões em novembro. No mercado americano, Moana, que ainda não estreou em muitos países, entre eles o Brasil, registra US$ 144,7 milhões.

A Warner, vale dizer, vai bem também, com seu Animais Fantásticos e Onde Habitam – são US$ 682,2 milhões até o momento. Rogue One promete seguir repercutindo por mais tempo. Mas logo enfrentará a concorrência de filmes como Assassin’s Creed (Fox) e Passageiros (Sony).
Rogue One faturou US$ 290,5 milhões globalmente em seu primeiro final de semana de exibição