Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Mercado

Entretenimento ao vivo

Live Nation lança fundo para negócios criados por mulheres

16
maio
2018



A Live Nation criou um fundo de investimentos focado em negócios de música ao vivo que sejam dirigidos por mulheres. É o Women Nation Fund, destinado a empreendedoras que tenham projetos para festivais, eventos e promoções de concertos. “Como líderes de entretenimento ao vivo, queremos significativamente tratar desse assunto, mudar a dinâmica e alargar a área de atuação”, declarou o presidente e CEO da Live Nation, Michael Rapino.

O Women Nation Fund identificará, financiará e ampliará o pool de festivais, eventos de música ao vivo e empresas de promoção e gestão que tenham sido criados por mulheres. O fundo será disponibilizado em escala mundial. De acordo com Stacy Smith, fundadora e diretora da Annenberg Inclusion Initiative, da Universidade do Sul da Califórnia, as mulheres estão sub-representadas em todo o ecossistema do entretenimento e particularmente na indústria da música. "Uma maneira crucial de dar o pontapé inicial nos esforços em direção à paridade de gênero é financiar mulheres empreendedoras", afirmou em comunicado à imprensa.

A equipe que avaliará as propostas é composta de executivas da Live Nation, entre elas Anna Sjolund (diretora-adjunta/principal promotora da Live Nation da Suécia), Amy Corbin (promotora da C3), Virginia Davis (fundadora da G Major Management), Amy Howe (diretora de operações da Ticketmaster), Lesley Olenik (vice-presidente de turnês), Maura Gibson (presidente da Frontgate Ticketing), Kelly Chappel (vice-presidente de turnês) e Carrie Davis (diretora de comunicações).

As empresas selecionadas ganharão acesso aos recursos da Live Nation, como assessoria estratégica, contatos na indústria e mentoria em todas as linhas de negócios e áreas funcionais. Mais informações no site do Women Nation Fund.
O Women Nation Fund identificará, financiará e ampliará o pool de festivais, eventos de música ao vivo e empresas de promoção e gestão que tenham sido criadas por mulheres. O fundo será disponibilizado em escala mundial