Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Mercado

Global Trends 2017

Estudo da Ipsos detecta tendências

15
maio
2017



A Ipsos ouviu mais de 18 mil pessoas, em 23 países, com o objetivo de captar as tendências para 2017. A pesquisa busca mostrar aspectos do mundo atual e apontar como marcas e produtos são vistos nos países pesquisados.

O estudo destaca oito novas tendências: crise das elitestensões das gerações; busca pela simplicidade e controle; incerteza é o novo normal; ascensão da tradição; divisão do otimismo; batalha pela atenção; e um mundo mais saudável.

Abaixo, alguns dos resultados apurados:

• Globalmente, 68% das pessoas acreditam que as marcas mais bem-sucedidas serão aquelas que contribuirão positivamente para sociedade, e não só fornecer bons serviços e produtos. Entre os entrevistados brasileiros, o percentual sobe para 74%;

• No entanto, 45% dos participantes afirmam que não se importam se uma marca é eticamente ou socialmente responsável, o principal é que ela faça bons produtos;

67% dos entrevistados no mundo concordam que é importante as marcas contribuírem positivamente com a sociedade. 74% dos brasileiros concordam com esta visão;

76% das pessoas, mundialmente, experimentariam um produto ou serviço que conquistaram boas críticas. No Brasil, 83%.

Além do Brasil, o estudo foi realizado na Argentina, Austrália, Bélgica, Canadá, China, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Indonésia, Itália, México, Japão, Peru, Polônia, Rússia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Turquia, Índia e EUA.

Confira o estudo na íntegra aqui.