Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Campanhas

Missing IDs

RGs perdidos ajudam a encontrar pessoas desaparecidas

08
maio
2015



Camilla Ciappina, Mariana Carvalho, Luiz Vouga e Yuri Saboya, alunos da Miami Ad School, lançam o projeto "Missing IDs". A ideia é espalhar "RGs" de pessoas desaparecidas pela cidade de São Paulo, com o objetivo de ajudar a encontrá-las.

Os estudantes criaram um template similar a uma carteira de identidade, colocaram fotos e informações pessoais e de contato das pessoas desaparecidas, e já produziram cerca de 300 RGs, que são espalhados em pontos estratégicos e de grande circulação, como shoppings, metrôs, pontos de ônibus e bares. Além disso, divulgam diariamente o projeto nas redes sociais.

Recebemos contatos de famílias de outros Estados todos os dias, pedindo que a gente disponibilize os templates para que eles possam imprimir mais RGs e distribuir em suas cidades”, diz Mariana.

Segundo os envolvidos, o Missing IDs já ajudou a encontrar sete pessoas e uma cadelinha. E continua espalhando RGs pelas ruas.

página do projeto no Facebook foi compartilhada em perfis de "celebridades" como Cauã Raymond e Patrícia Pillar.

A iniciativa foi idealizada durante aula do professor Dió Wenderly. “Tivemos a ideia em uma noite e no dia seguinte layoutamos os RGs, plastificamos e começamos a os 'perder' por aí”, conta Camilla.

No início de abril, a NBS lançou para a ONG Mães da Sé uma ação similar. Carteiras foram deixadas em centros comerciais da cidade de São Paulo, como o Shopping Eldorado (confira o vídeo abaixo), e a Praça da Sé (leia e assista aqui).