Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Campanhas

Se beber, não dirija

Ação da Heineken muda comportamento de motoristas

05
dezembro
2018



Como parte da iniciativa global "When You Drive Never Drink", que incentiva o consumo responsável do álcool, a marca de cerveja Heineken capitaneou, pela primeira vez no Brasil, um experimento baseado em ciência comportamental.

Realizado ao longo de duas semanas em 18 bares, nas capitais paulista e gaúcha, o estudo, encomendado à consultoria InBehabior Lab, analisou motoristas de ambos os sexos.

Na primeira semana, foram avaliados o consumo e o comportamento das pessoas, sem a intervenção da marca. Na segunda, os estabelecimentos receberam 18 intervenções (chamadas "nudges"), criadas para encorajar os motoristas a não ingerir bebidas alcoólicas e dirigir.

As ações foram realizadas no vallet, na entrada dos estabelecimentos, nas mesas, nos banheiros, e passaram até pelo discurso dos garçons. A marca também desenvolveu um cardápio especial para os condutores, com drinks sem álcool, e estimulou os consumidores a assumirem um compromisso público, assinando o “juramento do motorista”. Quem assinou, recebeu uma gratificação, como um petisco, por exemplo.

Dos 427 motoristas entrevistados na primeira semana da pesquisa, 55,5% assumiram o risco de beber e dirigir. Depois, com as intervenções da marca, foram entrevistados 460 condutores quando se constatou uma redução de 25,2% entre aqueles que beberam e dirigiram. Os efeitos da intervenção foram maiores entre os motoristas com menos de 32 anos e entre mulheres.

"Esse experimento mostra uma evolução do trabalho que a marca vem desenvolvendo há anos, no mundo. Por meio dele conseguimos, através de uma sólida base científica, conscientizar sobre os riscos nocivos de beber álcool e dirigir. Estamos satisfeitos que logo em nosso primeiro estudo no Brasil  conseguimos mudar 25% da atitude destas pessoas", comemora Vanessa Brandão, diretora da marca Heineken Brasil.

Confira o videocase que apresenta o experimento no Brasil, abaixo.