Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Campanhas

Stop The Drama

Campanha quer desmistificar sintomas de ataques cardíacos

14
março
2019



Com o objetivo de ajudar a educar o público sobre os sintomas muitas vezes sutis de um ataque cardíaco, a seguradora da área de saúde Manulife, de Singapura, apresenta a campanha "Stop The Drama", criada pela TBWA\Singapura, com a colaboração da entidade Singapore Heart Foundation.

A iniciativa foi lançada depois de uma recente pesquisa realizada para Manulife, com mais de 500 entrevistados, que revelou a falta de consciência em torno dos sinais de alerta que culminam num infarto e fatores de risco para doenças cardíacas.

"Com essa campanha, esperamos aumentar a conscientização sobre como identificar quando alguém pode estar diante de um ataque cardíaco e o que fazer em resposta a isso", comenta Kwek-Perroy Li Choo, diretor de atendimento ao cliente da Manulife Singapura.

A comunicação conta com um filme (assista abaixo) que mostra uma masterclass para cinco jovens atores, liderada pelo ator Lim Kay Tong. Inicialmente os participantes interpretam sintomas exagerados de um ataque cardíaco. Depois, são revelados os sinais mais precoces e menos conhecidos dessa condição, incluindo tontura, falta de ar, suor, formigamento no braço, dor na mandíbula, dor no pescoço e dor nas costas.

 

Artistas e diretores da Ásia foram convidados a participar do movimento #stopthedramanow, prometendo somente mostrar sintomas autênticos de ataque cardíaco em seus futuros projetos.