Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Entidades

Time’s Up Advertising

180 mulheres líderes de agências se unem contra assédio

12
março
2018



Um grupo de 180 mulheres CEOs, chief creative officerschief strategy officers e outras executivas de agências publicitárias anunciam nesta segunda-feira (12) o lançamento do "Time's Up Advertising", movimento destinado a discutir e abordar os problemas da indústria da publicidade relacionados ao assédio sexual e à desigualdade de gênero.

A iniciativa surgiu depois de ter aparecido, em janeiro deste ano, o Time's Up, movimento com mais de 300 atrizes, roteiristas, diretoras e outras executivas, com foco na luta contra o assédio no setor do entretenimento.

Time's Up Advertising informa em comunicado que tem a missão de "impulsionar novas políticas, práticas, decisões e ações tangíveis, que resultem em uma liderança mais equilibrada, diversa e responsável; abordar questões sobre discriminação no local de trabalho, assédio e abuso; e criar culturas equitativas e seguras no setor publicitário".

Especificamente, o grupo disse que está empenhado em corrigir políticas "que falharam", alavancando as experiências de líderes da indústria, de origens diversas, e adotando treinamento de funcionários, para tornar a indústria publicitária "mais inclusiva e segura."

Entre as líderes que participam do movimento estão Alyson Warshaw, chief creative officer da Laundry Service; Debby Reiner, CEO da Grey de Nova York; Andrea Cook, presidente da FCB/Six; Andrea Diquez, CEO da Saatchi & Saatchi de Nova York; Kirsten Flanik, presidente e CEO da BBDO de Nova York; Kate Weiss, vice-presidente executiva de recursos humanos e sócia da Universal McCann; Sarah Thompson, CEO global e de Nova York da Droga5; Wendy Clark, CEO global da DDB Worldwide; Carla Serrano, chief strategy officer do Publicis Groupe e CEO da Publicis Nova York; e Kristen Cavallo, nomeada CEO da The Martin Agency em dezembro, depois que o ex-CCO da agência, Joe Alexander, deixou o cargo em meio a uma onda de acusações de assédio sexual (leia aqui).

"Como mulheres em posições de liderança sênior na publicidade, concordamos que temos o poder de mudar este negócio que amamos, até se parecer mais com a indústria que queremos liderar", declara o Time's Up Advertising.

O grupo está convocando todas as agênciaslideradas por mulheres ou não, para se juntarem ao esforço, em busca de alcançar os objetivos listados no site do movimento.

O Time's Up Advertising também arrecadará fundos para o Time's Up Legal Defence Fund, que prevê uma representação subsidiada a profissionais que sofrerem assédio sexual ou abuso.

O grupo informa que fará sua primeira reunião no dia 14 de maio, em Nova York, Chicago, São Francisco e Los Angeles.

Com Adweek.