Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Campanhas

Touch The Impossible

AKQA evidencia sensação de trabalhar na Farfetch

22
setembro
2016



Farfetch, empresa global de comércio eletrônico de moda de luxo, estudou em tempo real as emoções dos seus colaboradores no desempenho de diferentes funções e depois colocou alguns dos seus familiares e amigos vivenciando aquilo que eles sentem ao trabalhar.

O resultado foi registrado no vídeo “Touch The Impossible” (assista abaixo), que tem a assinatura da AKQA São Paulo e foi produzido pelo diretor português Augusto Fraga.

"Numa primeira fase quisemos saber o que sentiam os nossos colaboradores. Para isso foi realizado um estudo levado a cabo por Francisco Marques Teixeira, diretor clínico do departamento de Neurofeedback do Instituto de Neurociências – Neurobios. Ele mediu, em tempo real, o nível de envolvimento, euforia, interesse, descontração e estresse de quem trabalha conosco, o que nos permitiu chegar ao que apelidamos de Efeito Farfetch", conta Luís Teixeira, diretor geral da empresa.

Foram mensuradas atividades como executar tarefas no computador, fazer apresentações, efetuar pesquisas, assistir a conteúdos multimídia, participar de sessões de brainstorming ou o trabalho específico de programação. Tudo isso para buscar compreender em quais momentos os colaboradores se sentem melhor e também quais as tarefas que os deixam menos à vontade.

Depois de ter passado três dias nas instalações da Farfetch, no Porto e em Guimarães (em Portugal), e de ter entrado em contado com mais de 40 colaboradores da empresa, o time da AKQA São Paulo idealizou o projeto e criou experiências - como mergulhar em uma piscina de algodão doce, brincar com cãezinhos filhotes ou saltar em trampolins com sons - com o potencial de replicar emoções e sensações próximas daquelas que os colaboradores sentem.

"Realizamos entrevistas com fundadores e colaboradores que estão com a empresa há anos ou apenas alguns meses. Fomos surpreendidos pela autenticidade das suas respostas. Todos, sem exceção, demonstraram estar efetivamente apaixonados pelo que fazem e salientaram o espírito de família. Lembro de uma pessoa dizer que, mais do que felicidade, sentia adrenalina na Farfetch. Quase deixei o meu CV (risos)", detalha Hugo Veiga, diretor executivo de criação da AKQA.

"Em São Paulo, o desafio lançado à criação era claro e ambicioso: precisamos mostrar a sensação incrível de trabalhar na Farfetch. Daí surgiu a ideia do estudo neurológico e da criação de experiências capazes de replicar os mesmos níveis de atividade cerebral: o Efeito Farfetch", observa Diego Machado, também diretor de criação da agência.

Confira o vídeo que apresenta a iniciativa, abaixo.