arrow_backVoltar

Ações do Google sobem nos EUA

Alta da receita publicitária no 2º trimestre agita bolsa

26.07.19

Ações da Alphabet Inc, corporação que inclui o Google, subiram 10% nesta sexta-feira (26), um dia depois dos resultados financeiros do segundo trimestre terem sido anunciados. Os números obtidos com a publicidade superaram ligeiramente as expectativas de Wall Street, mas foram o suficiente para elevar o valor dos papéis na bolsa dos EUA, que ganhou impulso alimentando expectativas de quebras de recorde.

A receita da Alphabet foi de US$ 38,9 bilhões, aumento de 19% sobre o movimento obtido no segundo trimestre de 2018. O Google, principal negócio da companhia, obteve um crescimento de 16% na receita obtida com publicidade, somando US$ 32,6 bilhões. Segundo o eMarketer, os resultados estão alinhados com o desempenho do primeiro trimestre (quando houve elevação de 17%), mas o período sofreu menos com as taxas de câmbio. Um dos fatores para o crescimento do Google, apontou, é a força da publicidade móvel.

As gigantes da tecnologia reportaram um bom desempenho de suas plataformas de publicidade no segundo trimestre. O Twitter, que divulgou seus resultados nesta sexta-feira (26), também teve suas ações valorizadas, chegando a um aumento de 8% (confira os números divulgados pela rede aqui). A Amazon, que apresentou seu balanço na quinta-feira 25, teve crescimento da receita publicitária de 37%. Porém a receita líquida de US$ 2,6 bilhões não atingiu as expectativas do mercado, sendo o menor movimento desde o segundo trimestre do ano passado.

No caso do Facebook, cujo relatório foi divulgado na quarta-feira 24, a receita total foi de US$ 16,9 bilhões, uma variação de 28% sobre o resultado do mesmo período em 2018. O montante registrado pela plataforma de publicidade teve o mesmo índice (28%), fechando em US$ 16,6 bilhões. O destaque negativo da rede foi a queda de 49% no lucro.

A resposta para isso está no pagamento da sanção que a empresa teria de pagar à FTC, a comissão federal de comércio dos EUA, como desdobramento do escândalo ligado à Cambridge Analytica (veja os detalhes aqui). A companhia havia reservado US$ 3 bilhões, aguardando a decisão do órgão. Como a multa foi de US$ 5 bilhões, o Facebook teve de fazer uma provisão de mais US$ 2 bilhões no trimestre.

Ações do Google sobem nos EUA

Alta da receita publicitária no 2º trimestre agita bolsa

/