arrow_backVoltar

Um teleférico para Cannes

Brasileiro busca Leão para a Bolívia

09.06.17

O maranhense Fernando Fernandes tem uma missão que, se for cumprida, se transformará em um capítulo da história... da Bolívia. Formado em publicidade por uma universidade particular no Amapá, o brasileiro migrou para o país vizinho para seguir carreira na área – no Brasil e principalmente em São Paulo as oportunidades eram poucas. Desse modo, foi parar na Athos, onde trabalha como diretor de criação.

Em maio de 2016, a agência, que já fez parte da rede TBWA e que há dois anos atua de forma independente, conquistou a conta de Seda (Sedal para os países hispânicos), Axe e Ades, da Unilever (leia aqui). Em abril passado, uma ação (veja aqui) para lançar Seda Restauração Instantânea foi criada no famoso teleférico que une La Paz e a cidade de El Alto, com a cabine chegando a 4.100 metros acima do nível do mar.

A campanha “El Teleférico Sedal” consistia em oferecer um salão de beleza para as passageiras da linha. A cabine estava preparada com produtos da marca e especialistas para cuidar dos cabelos, fazer uma rápida restauração capilar e preparar a maquiagem das usuárias (diariamente o teleférico transporta três mil pessoas). A experiência virou um vídeo que foi distribuído pela internet e pelo site da ação. As três melhores histórias dentre todas as mulheres que fizeram parte da campanha tiveram capítulos especiais que foram para o Facebook e o YouTube.

Fernandes explica que o novo produto restaura danos de cabelo ocasionados por diferentes fatores: de pinturas a sol e frio. “Para lança-lo e chamar a atenção das mulheres bolivianas, resolvemos colocar esse atributo à prova, levando o produto ao extremo”, diz. Ou seja, para Laz Paz e El Alto. O fato de as duas cidades estarem entre as mais altas do mundo também representava um fator que impactava na saúde capilar. Segundo Fernandes, com essa altura, o frio extremo diário e banhos mais quente, acrescidos do uso de chapinha nessas condições e de químicos, os danos sofridos pelos cabelos dessas mulheres se agravam.

Com essa ação, a agência fez a inscrição para disputar Leões em Outdoor e Lions Entertainment. Se conseguir algo, a Athos terá feito história. Até o momento, a Bolívia não conseguiu emplacar nem mesmo um case entre os finalistas do Cannes Lions. Além disso, a campanha está na disputa por prêmios no Effie Latam.

Confira o vídeo.

Vamos torcer por aqui!

Um teleférico para Cannes

Brasileiro busca Leão para a Bolívia

/