arrow_backVoltar

Cinema

Sem patrocínio, Cinearte fecha as portas

19.02.20

Tradicional cinema de São Paulo, o Cinearte fecha suas portas definitivamente na noite desta quarta-feira, 19, devido à falta de patrocínio. A última sessão de cinema do local, às 21h30, está reservada para o sul-coreano “Parasita”, ganhador do Oscar de Filme neste ano.

Em março do ano passado, o Cinearte perdeu o patrocínio da Petrobras, que apoiava o espaço desde 2018. A empresa deixou de bancar diversos projetos culturais, seguindo orientação do governo federal.

Desde então, o distribuidor e exibidor Adhemar Oliveira vinha tentando fechar novos contratos para o Cinearte, mas sem sucesso. Com um custo mensal de aproximadamente R$ 200 mil, de acordo com o Estadão, não houve outra saída para o cinema, exceto o fechamento. A decisão foi tomada em janeiro.

O Cinearte foi inaugurado em 1963 com o nome de Cine Rio no espaço conhecido como Conjunto Nacional, endereço famoso da avenida Paulista. O local passou por várias crises ao longo de sua história. Em 1978, fechou pela primeira vez. Em 1982, foi reaberto como Cine Arte 1. Posteriormente seu nome foi mudado para Cine Arte. Em 1998, passou a ser administrado por Adhemar. E em 2002, tornou-se Cinearte, quando Leon Cakoff, organizador da Mostra de Cinema de São Paulo, juntou-se ao projeto. Cakoff faleceu em 2011.

O espaço teve três patrocínios. Foi Cine Bombril e Cine Livraria Cultura, além de ter sido Cinearte Petrobras até março do ano passado. Um dos funcionários do cinema confirmou ao Clubeonline que o staff – um grupo pequeno de sete colaboradores - cumprirá o último dia de trabalho nesta quarta-feira e se despedirá do cinema. Segundo o Estadão, comenta-se no mercado que a rede Cinépolis estaria interessada no endereço.

O Cinearte tem duas salas, uma com 300 lugares, em que será exibido “Parasita”. A outra tem 100 lugares e a última sessão, às 20h30, será de “Judy”, com a atriz ganhadora do Oscar Renée Zellwegger.

Veja o comunicado do Cinearte"Comunicamos que o Cinearte | Conjunto Nacional encerra hoje, dia 19/02/2020, suas atividades nas duas salas da Paulista.

Foram 22 anos de várias parcerias que tornaram possível a apresentação de inúmeros filmes independentes, debates, mostras, pré-estreias.

Agradecemos a todos que, ao longo desta jornada, estiveram conosco nesta empreitada.

Fechamos duas salas, mas não apagamos a crença na diversidade possível no cinema e que nosso lema Democracia na Tela esteja também no nosso cotidiano sempre.

Obrigado.

Adhemar Oliveira

Diretor - Circuito Cinearte"

Cinema

Sem patrocínio, Cinearte fecha as portas

/