arrow_backVoltar

Jungle Pilot

Minissérie no Universal TV destaca nova fase da Giros Filmes

28.08.19

Com escritório instalado em São Paulo desde março, a Giro Filmes aposta na minissérie Jungle Pilot, que irá estrear em 15 de setembro, às 23h, no Universal TV, como seu ponto de virada. A produtora, que abriu suas portas no Rio de Janeiro há quase 22 anos, já desenvolveu projetos de conteúdo para mais de 40 emissoras e entende que este é um momento desafiador, com oportunidades se apresentando para diferentes players do audiovisual. Há um mês, a empresa adotou uma nova configuração, com dois CEOs: Belisário Franca e Maurício Magalhães, que é sócio há cinco anos, porém não estava no dia a dia da produtora.

Saí em dezembro da Tudo. Já era sócio da Giros e agora assumi como copresidente encarregado de estratégia e negócios, enquanto que o Belisário atua como diretor artístico. Estamos entusiasmados com o momento. A linguagem do audiovisual está se multiplicando”, disse Magalhães. Em outubro, a TracyLocke incorporou a agência Tudo - que era presidida por Magalhães - e o processo de fusão foi finalizado no final do ano.

Jungle Pilot, um thriller de aventura de cinco episódios, representa uma oportunidade que nasceu em 2014 - bem antes, portanto, dos atuais acontecimentos que colocam a Amazônia nas manchetes da imprensa brasileira e mundial. Belisário, que dirige a minissérie, tinha feito mais de 35 pousos e decolagens em solo amazônico quando fez o documentário Amazônia Eterna. A experiência lhe rendeu um projeto que apresentou para Paulo Barata, CEO da NBCU Networks Brasil, que responde pelo Universal TV. “Aquilo me pareceu impressionante. Há negócios de todos os tipos”, conta o diretor.

A história gira em torno da companhia de táxi aéreo Jungle Pilot, administrada por dois irmãos, Júlio (Démick Lopes) e Maciel (Álamo Facó). Uma viagem clandestina causa uma reviravolta na empresa, que passa por graves dificuldades financeiras. Um acidente na selva apresenta uma oportunidade ou um risco para os personagens na forma de uma mala de dinheiro, encontrada por Júlio e pela namorada de Maciel, a pilota Núbia (Clarissa Pinheiro). É a primeira superprodução de dramaturgia da Giros para a Universal.

Quando o Belisário trouxe a ideia, estávamos em busca de projetos que tivessem identidade brasileira e relevância social”, afirma Paulo Barata. Essas são características de outra série original do canal que o CEO destacou: Rotas do Ódio, coprodução da Panorâmica e Modo Operante que estreou no ano passado e que mostra agentes da polícia de São Paulo investigando crimes de intolerância e racismo.

Como as demais produções do Universal TV, Jungle Pilot entra no canal e depois estará no Universal Play, a plataforma on demand do canal (disponível no Globosat Play). A série já tem a segunda temporada prevista, em que mais mulheres fortes devem ser protagonistas. Jungle Pilot tem direção também de Marcia Faria. O roteiro é de Carol Garcia, Davi Kolb e Pedro Perazzo. O elenco conta ainda com Julia Stockler.

Ainda não foi fechado acordo de licenciamento da minissérie para exibição em outras plataformas - Rotas de Ódio está, por exemplo, no Fox Premium. “Não criamos cláusulas de exclusividade, como fazem a HBO e o Telecine. Para ter exclusividade é preciso remunerar por isso. Nossas séries são coproduzidas para licenciamento. Depois de exibirmos e de entrarem no Universal Play, aí podem estar disponíveis para Globoplay, Apple TV ou outros serviços e para distribuição internacional”, explica Paulo.

Meninas da periferia

Outro projeto da Giros Filmes que marca o novo momento da produtora é a série documental Apenas Meninas, que tem estreia programada para o ano que vem na HBO. O foco da produção está em um tema pouco debatido no país, o casamento infantil. A obra é dirigida por Bianca Lenti, sócia e diretora de criação da Giros. Está em fase de produção. “As meninas das periferias do Brasil são invisíveis. Para a maioria, o casamento acaba sendo a única saída da fome, da miséria e da violência”, declara Bianca. Segundo ela, os brasileiros têm visto mais documentários, bem como séries curtas.

A Giros irá lançar também a série infantil sobre ciência Queimamufa, no canal Futura. Na parte de cinema, a empresa produziu Soldados do Araguaia (2018), Um Homem Só (2016), Menino 23 (2016), Amazônia Eterna (2012) e Estratégia Xavante (2006). E entre os projetos mais recentes para TV estão o thriller político Baile de Máscaras, em exibição na TV Cultura, e Rua para Toda Gula (TLC), Homo Brasilis, Fé na Batida e Segundo Take (Arte 1) e Imortais da Academia e Ensaios Contemporâneos (canal Curta).

Jungle Pilot

Minissérie no Universal TV destaca nova fase da Giros Filmes

/