arrow_backVoltar

Marcas e profissionais seriam realocados

Publicis Groupe pode acabar com grife F/Nazca

19.08.19

O Publicis Groupe poderá acabar com a marca F/Nazca Saatchi & Saatchi e realocar profissionais e contas para diferentes agências da holding, segundo apurado pelo Clubeonline.

A solução parece se desenhar num cenário em que a AmBev, que já vem ampliando o leque de agências com as quais trabalha, estava buscando renegociar seu modelo de contrato com a F/Nazca, que atende Skol, para que a relação de parceria entre agência e anunciante talvez passasse a ser balizada por job, e até considerando que a marca deixasse de fazer parte do portfólio da F/Nazca. Esse também é um destino possível para outro cliente da agência, o Google.

Questionada pela reportagem do Clubeonline sobre o possível fim da marca F/Nazca e a possibilidade de perda das duas contas, a agência enviou o seguinte comunicado: "A F/Nazca está trabalhando junto com o Grupo Publicis para respeitar, sobretudo, os interesses dos clientes hoje atendidos pela agência. Neste momento, o principal esforço é definir junto com essas marcas, caso a caso, o melhor modelo de trabalho para elas e para os talentos que se dedicam a elas. Até lá, a F/Nazca segue cumprindo suas entregas e operando normalmente."

Algumas vozes defendem que o Publicis Groupe ainda poderia preservar a operação da F/Nazca, principalmente por conta do peso e da importância da rede Saatchi e Saatchimas esse seria um cenário "menos provável".

Nesta segunda segunda-feira (19) o chief financial officer do Grupo Publicis no Brasil, Guilherme Saccomani, e a chief talent officer, Fernanda Coelho, reuniram-se com o board da F/Nazca para discutir os possíveis caminhos para o futuro.

No último dia 6, o Grupo Publicis anunciou a saída do presidente, diretor executivo de criação e fundador da F/Nazca, Fabio Fernandes (leia aqui). Algumas horas depois, Fabio publicou um texto em sua conta pessoal no Facebook, dizendo que se fosse por sua vontade, "nunca deixaria" a agência (leia aqui).

Marcas e profissionais seriam realocados

Publicis Groupe pode acabar com grife F/Nazca

/