arrow_backVoltar

Marketing Agencies Association

AB InBev é acusada de conduta 'desprezível' com agências de publicidade

07.04.15

MAA (Marketing Agencies Association), entidade que agrega agências no Reino Unido, está acusando a cervejaria AB InBev de ter uma conduta "desprezível" no relacionamento com empresas fornecedoras de publicidade.

A associação tinha planejado que as agências fizessem um "boicote" contra a gigante da cerveja, marcado para ter início nesta terça-feira (07). No entanto, as fornecedoras se recusaram a lançar o movimento, segundo a MAA, por motivos "compreensíveis, dada a vulnerabilidade" delas no relacionamento com o anunciante.

A MAA convidou todas as agências associadas a se "unirem" para colocar pressão sobre a dona de marcas como Budweiser e Corona, depois de ter sido alertada para um processo de concorrência, durante o qual as agências foram questionadas sobre quantas horas elas efetivamente poderiam trabalhar de graça, se elas poderiam considerar estender o prazo de pagamento de 120 dias e sobre qual desconto estariam preparadas para oferecer, além do desconto mínimo de 5% que a AB InBev prevê.

O diretor da MAA, Scott Knox, disse, em e-mail para os membros da entidade, que tinha obtido apoio de agências nos EUA, onde há, segundo ele, um "entusiasmo real" para que o anunciante preste contas a respeito dessas "más condutas".

"A indústria não tem escolha a não ser se unir, se quiser ter uma chance de garantir a saúde financeira de longo prazo para as agências e seus profissionais", disse Knox.

A entidade informa que iniciou conversa com duas das maiores redes de publicidade global e está em diálogo com vários deputados sobre como desafiar o que a MAA considera como "prática exploradora" de negócios.

Procurada pela Brand Republic, a AB InBev não se pronunciou até o fechamento da matéria.

Com Brand Republic.

Marketing Agencies Association

AB InBev é acusada de conduta 'desprezível' com agências de publicidade

/