arrow_backVoltar

Melhor no Plural

53% das agências não têm iniciativa ligada à inclusão, apura GP

02.09.19

O Grupo de Planejamento de São Paulo realizou um levantamento do perfil dos planejadores e o patamar de engajamento das agências em iniciativas de diversidade e inclusão, como parte do programa "Melhor no Plural".

A entidade enviou ao mercado um questionário, entre meados de julho e agosto, que foi respondido por 78 agências. Foram identificados três estágios distintos de maturidade das empresas em relação à questão: inexistente, incipiente e maduro.

Da amostra total, 53% disseram não ter nenhum tipo de iniciativa relacionada a diversidade e inclusão. Apenas 13% informaram possuir um programa estruturado. Dezessete porcento responderam ter algum tipo de política exclusiva de contratação para grupos de diversidade e 5% declaram ter um programa de mentoria e treinamento pós-contratação.

Além disso, o levantamento constatou que 94% não têm pessoas com deficiência na equipe de planejamento, 64% não têm negros, 26% não têm pessoas da periferia, 85% não têm pessoas acima dos 50 anos, 17% não têm pessoas da comunidade LGBTI+ e 40% não têm pessoas fora do eixo Rio-São Paulo.

Quando analisados cargos em nível gerencial 96% não têm pessoas com deficiência, 81% não têm negros, 69% não têm pessoas de periferia, 85% não têm pessoas acima de 50 anos, 51% não têm LGBTI+ e 54% não têm pessoas fora do eixo Rio-São Paulo.

"Constatamos o que intuitivamente já antecipávamos: o mercado de agências pode até estar informado sobre a importância da diversidade e inclusão, porém talvez ainda não esteja consciente de sua relevância, dado seu tímido engajamento quando se trata de iniciativas voltadas às suas estruturas internas", ressalta Flávia Spinelli, líder da frente de diversidade do GP e global client partner do Facebook.

"Trata-se de um cenário alarmante, uma vez que já é atestado quão maior é o impacto e a efetividade de políticas de gestão de pessoas quando ela parte da liderança e de indivíduos que tenham voz dentro da organização”, pondera Flávia.

O GP, em parceria com a LoCurioso Research and Strategy, realizou nos dias 27 e 30 de agosto a “Maratona de Aceleração Melhor do Plural” (leia aqui), que discutiu os dados do levantamento com representantes de 38 agências.

A proposta é que os aprendizados gerados pela maratona sejam a base para a formulação do Guia de Aceleração e de treinamentos específicos do GP, voltado para auxiliar as agências a abraçar com maior efetividade as premissas de diversidade e inclusão no processo de recrutamento e gestão de talentos.

Leia anterior sobre o assunto, aqui.

Melhor no Plural

53% das agências não têm iniciativa ligada à inclusão, apura GP

/