arrow_backVoltar

Recuperação judicial

Credores do Grupo Abril aprovam plano

27.08.19

Credores do Grupo Abril - ex-funcionários, bancos, prestadores de serviço editorial e demais fornecedores - aprovaram plano de recuperação judicial apresentado pela companhia, durante assembleia realizada nesta desta terça-feira (27).

O plano prevê a venda, via leilão, da unidade de negócios Exame, marca que nomeia revista, site e aplicativo; do imóvel onde fica a sede da Abril (na Marginal Tietê, em São Paulo); e de imóveis em Campos do Jordão (em São Paulo, que somam 750 mil m²), para pagar credores e empréstimos.

A Abril pediu recuperação judicial em agosto de 2018, para renegociação de dívidas que totalizam R$ 1,69 bilhão.

 

Recuperação judicial

Credores do Grupo Abril aprovam plano

/