arrow_backVoltar

Grupo Boticário + Instituto Renault

Viva Água quer restaurar bacia hidrográfica

19.07.19

Com foco na preservação da bacia hidrográfica do Rio Miringuava, no Paraná, a Fundação Grupo Boticário apresenta o movimento Viva Água, em parceria com o Instituto Renault.

A iniciativa promete investir R$ 1,5 milhão nos primeiros 18 meses do projeto e busca outros apoiadores da indústria, comércio, poder público e sociedade civil, para colocar em prática um plano de melhoria da infraestrutura natural na bacia do Rio Miringuava.

"Queremos mostrar para atores de diferentes setores a dependência que negócios e a população têm dos serviços oferecidos pela natureza. A partir dessa conscientização, esperamos que, além de trabalharem com o aumento dos níveis de ecoeficiência interna, também estejam alinhados com ações de conservação da água na sua origem, olhando para fora do seu negócio", afirma o diretor-presidente da Fundação Grupo Boticário, Artur Grynbaum.

A previsão é de que ao todo R$ 6 milhões sejam direcionados nos próximos cinco anos para alavancar as estratégias de conservação e restauração da bacia, que abastece cerca de 230 mil pessoas, além de indústrias e produtores agrícolas.

"No Instituto Renault estamos sempre buscando projetos que impactem positivamente a sociedade. Conservar e restaurar a bacia do Rio Miringuava é uma ação do presente que com certeza trará muitos benefícios futuros, garantindo a continuidade do fornecimento de água para Curitiba e região metropolitana", comenta Caique Ferreira, vice-presidente do Instituto Renault e diretor de Comunicação da Renault do Brasil.

 

Grupo Boticário + Instituto Renault

Viva Água quer restaurar bacia hidrográfica

/