arrow_backVoltar

23ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Petra patrocina festival que abre calendário audiovisual do Brasil

24.01.20

A cerveja Petra Origem é patrocinadora da 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes. O evento abre o calendário audiovisual do país nesta sexta-feira, 24, na cidade de Tiradentes (MG). O festival vai até 1º de fevereiro, apresentando ao público a diversidade da produção cinematográfica nacional.

Com pouco mais de um ano no mercado, a Petra Origem adotou ações culturais como comprometimento social. A partir dessa premissa, atividades como cinema entraram no foco de atenção da cervejaria. O patrocínio da Mostra segue o DNA da marca, que busca apoiar movimentos artísticos.

Além da participação na 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes, Petra Origem é patrocinadora de um dos marcos no cinema da capital paulista: o Petra Belas Artes. Recentemente apoiou também eventos como a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e o Shell Open Air (festival de cinema a céu aberto, que acontece em São Paulo e Rio de Janeiro).

Acreditamos que todas as empresas deveriam ter discussões sobre espaços culturais em seus planejamentos. Eventos como a 23ª Mostra de Cinema de Tiradentes são responsáveis por construir cidadãos melhores, através do apoio ao acesso cultural, com a oferta de uma programação diversificada, intensa e gratuita”, afirma Eliana Cassandre, gerente de propaganda da Petra Origem.

Tiradentes está transformada na capital do cinema brasileiro durante esse período. Quatro espaços principais foram organizados para sediar a programação e receber milhares de turistas: Cine Copasa na Praça, Cine-Tenda, Sesc Cine-Lounge e Centro Cultural Sesiminas Yves Alves. Consumidores poderão degustar a cerveja, já que a marca terá um bar exclusivo na Mostra.

O festival fará a exibição de 113 filmes (31 longas, 1 média e 81 curtas-metragens), divididos em 53 sessões de cinema. Estão na programação também 39 mesas de debates, diálogos audiovisuais e a série Encontro com os Filmes, performances artísticas e musicais, oficinas e lançamentos de livros.

São também patrocinadores: ItaúCBMM, Taesa, Copasa, Cemig e Codemge. No apoio estão Sesi, Café 3 Corações, Canal Brasil, Canal Curta, Rede Globo Minas, OI, Dot, Mistika, CTAV, CIA/ Naymar, Cinecolor, The End Post, Prefeitura de Tiradentes, PM de Minas Gerais e Ministério das Relações Exteriores.

Os homenageados da Mostra neste ano são os atores Antônio Pitanga e Camila Pitanga. O longa que abre o festival é “Os Escravos de Jó”, do diretor cearense Rosemberg Cariry, que foi filmado em Ouro Preto e traz Antônio Pitanga no elenco.

A temática do evento é A Imaginação como Potência. A organização do festival explica que a proposta é refletir sobre "os caminhos e os desafios do cinema em um momento de constrangimento aos imaginários que estão fora dos padrões normatizados. Isso é uma guerra que não se dá só no campo institucional, mas também no campo simbólico. É aí, portanto, que se coloca a tarefa de redobrar a vigilância e a ousadia na reflexão sobre o cinema mesmo em debates mais áridos sobre a economia do mercado audiovisual, pois é preciso imaginar outros caminhos para a produção e a exibição do cinema no Brasil."

A Mostra defende que "em condições adversas é preciso lançar mão da imaginação para criar soluções do campo da política institucional e no fomento do mercado e também para disputar as imagens e criar outros parâmetros (formais e simbólicos) de mediação do cinema com o mundo."

23ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Petra patrocina festival que abre calendário audiovisual do Brasil

/