arrow_backVoltar

Cigarros eletrônicos

Grupo Omnicom rompe com Juul Labs

27.09.19

O Grupo Omnicom decidiu encerrar seu relacionamento com a fabricante de cigarros eletrônicos Juul Labs, de acordo com uma fonte do AdAge. A ação ocorre em meio a uma reação crescente ao vaping, relacionado a casos de lesões pulmonares e, inclusive, a mortes.

Os representantes da Omnicom se recusaram a comentar. Juul não respondeu imediatamente a um pedido de comentário do AdAge.

O anunciante informou essa semana que suspenderia toda a transmissão, publicidade impressa e digital nos EUA e também iria se abster de pressionar o governo Trump sobre suas propostas de restrições ao vaping, que incluem a proibição de cigarros eletrônicos com sabor. Juul também anunciou o ex-executivo do Grupo Altria, K.C. Crosthwaite, como seu novo CEO, substituindo Kevn Burns.

A DDB começou a trabalhar para Juul há cerca de um ano, com compras de mídia realizadas pelo Omnicom Media Group, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto. Práticas questionáveis ​​de marketing de "influenciadores" citadas por pesquisadores do congresso ocorreram antes da entrada da DDB, disseram as fontes.

O trabalho da DDB começou a ser exibido em dezembro e inclui depoimentos de usuários de Juul.

A empresa exibiu pela última vez comerciais para TV em 26 de setembro, de acordo com o serviço de rastreamento de filmes publicitários iSpot. Uma peça inclui uma mulher que se identifica como ex-fumante de um maço por dia que expressa alívio por não ter mais cheiro de fumaça.

Leia a matéria do AdAge na íntegra, aqui.

Cigarros eletrônicos

Grupo Omnicom rompe com Juul Labs

/