arrow_backVoltar

D&AD 2018

As cores dos Lápis brasileiros

26.04.18

Acabam de ser anunciadas as cores dos Lápis dos trabalhos premiados pelo D&AD, durante a 56ª cerimônia do evento, que aconteceu na noite desta quinta-feira (26), em Londres.

Este ano, foram entregues três Black Pencils (o equivalente ao GP do D&AD). Um deles foi para "It's a Tide Ad", uma série de filmes assinada pela Saatchi & Saatchi de Nova York para Tide, e que têm dois brasileiros na ficha técnica: Rafael Segri e Kiko Mattoso (diretores de criação associados).

Outro foi para a campanha "Palau Pledge", criada pela Host/Havas Sydney para Palau Legacy Project, que traz na FT o brasileiro Gustavo Vampré, diretor de criação. A campanha também conquistou um Yellow, três Graphite e três Wood Pencils.

Já "Fearless Girl", da McCann de Nova York para State Street Global Advisors, abocanhou o terceiro Black Pencil.

Dos 25 Lápis conquistados pelo Brasil este ano, um virou Yellow Pencil: "Next Bank", criado pela R/GA São Paulo para o banco Bradesco, na categoria Graphic Design - Digital & Mobile.

Além disso, o país ficou com três Graphite Pencils: para "Don't Blame the Clothes", criado pela J.Walter Thompson Brasil para The Womanity Foundation, em Press Advertising Campaigns (Local); "VR Vaccine", da Ogilvy para Hermes Pardini, em Experiential / Tech Led / 2018; e "The Colour of Corruption", criação da Grey para Reclame Aqui, em Direct - Direct Response/Digital.

Os outros 21 trabalhos brasileiros que faturaram Lápis ficaram com Wood Pencils (confira aqui e aqui).

Mais um case com brasileiro na ficha que conquistou prêmio foi "Type with Pride", criado pela Ogilvy de Nova York para o festival de cinema NewFest. A iniciativa, que traz na FT Rodrigo Moran (diretor de criação), Artur Lipori (diretor de criação associado) e Caro Rebelo (diretor de criação associado), abocanhou um Yellow Pencil em Branding / Campaign Branding & Identity. 

To the last tree standing”, criação da Ogilvy Polônia para o Greenpeace e que tem o diretor de arte brasileiro Mateus Cerqueira na ficha conquistou um Yellow Pencil em Digital Marketing, um Graphite Pencil em Media, e dois Wood Pencils, em PR e Direct.

O trabalho "Westpac Rescue Rashie", criado pela Saatchi & Saatchi Sydney para o Westpac Banking Corporation, com o brasileiro Flavio Fonseca (diretor de criação associado) na ficha, conquistou dois Wood: um em Creativity for Good e outro em Product Design.

No total, foram concedidos 721 Lápis na edição de 2018 do D&AD: além dos três Black Pencils, foram 74 Yellow Pencils, 156 Graphite Pencils e 488 Wood Pencils.

As três agências de publicidade mais premiadas foram a BBDO de Nova York (que conquistou 26 Lápis, incluindo três Yellow, 12 Graphite e 11 Wood), seguida pela McCann de Nova York e AMV BBDO.

Entre as produtoras, as que mais abocanharam prêmios foram a MJZ, Riff Raff e a Somesuch. Os anunciantes mais premiados foram State Street Global Advisors, Burger King e Apple.

Pelo segundo ano consecutivo, os Estados Unidos lideraram o ranking por país (194 Lápis), seguidos pelo Reino Unido (165 Lápis) em segundo, e pelo Japão (49 Lápis) em terceiro. O Brasil ficou na sétima posição.

Já o President’s Award de 2018 foi para Colleen DeCourcy e Susan Hoffman, da Wieden+Kennedy.

Leia anteriores sobre o assunto aqui e aqui.

Confira todos os trabalhos premiados, aqui.

D&AD 2018

As cores dos Lápis brasileiros

/