arrow_backVoltar

Polêmica

Burberry pede desculpas por modelo com corda no pescoço

20.02.19

A grife Burberry pediu desculpas depois que a marca colocou na passarela uma modelo usando um moletom com algo semelhante a uma corda ao redor do seu pescoço, durante seu desfile na Semana de Moda, em Londres.

A marca afirmou que a corda era relacionada a um tema marinho usado durante toda a apresentação, mas várias pessoas não gostaram do que viram e reclamaram nas mídias sociais. Diversos internautas criticaram a mensagem passada a jovens consumidores que lutam contra a depressão e outros problemas de saúde mental. O item foi removido da coleção da Burberry.

"Lamentamos profundamente o sofrimento causado por um dos produtos apresentados em nossa coleção", disse Marco Gobbetti, diretor executivo da Burberry, em comunicado.

"Embora o design tenha sido inspirado em um tema náutico, foi insensível e reconhecemos o erro", comentou Riccardo Tisci, CCO da Burberry.

Grande parte da discussão começou depois que a modelo Liz Kennedy, que usava a peça durante o desfile da marca na Semana de Moda de Londres, postou sobre sua experiência no Instagram. Kennedy afirmou que ela levantou preocupações sobre a corda, mas que a equipe responsável não teria levado em consideração sua visão sobre a peça.

Recentemente, a Gucci retirou do mercado um suéter de gola alta, depois que os consumidores reclamaram de racismo, e a Adidas deixou de produzir um par de tênis quase inteiramente branco, que comemorava o Mês da História Negra (leia aqui).

Polêmica

Burberry pede desculpas por modelo com corda no pescoço

/