arrow_backVoltar

R$ 1,8 bilhão

Globo procura acalmar patrocinadores do futebol

23.03.20

Seis empresas patrocinam as exibições do futebol pela Rede Globo esse ano: Ambev, Casas Bahia, Chevrolet, Hypera Pharma, Itaú e Vivo. A emissora comercializou cada cota por R$ 307 milhões, totalizando R$ 1,8 bilhão, por um pacote com 85 transmissões de jogos, incluindo campeonatos estaduais, Brasileiro, Libertadores da América e outros.

Com a suspensão temporária dos campeonatos estaduais, a emissora teve que buscar tranquilizar os seus parceiros, segundo apuração do UOL Esporte. De acordo com o veículo, os patrocinadores temem que a entrega comercial seja prejudicada, diminuindo os números de partidas.

A Globo teria garantido, de acordo com o UOL, que ofereceria uma "compensação financeira baseada no valor de cota que cada empresa pagou para anunciar nas transmissões". No entanto, a emissora teria reforçado com os anunciantes que "acredita que todo o planejamento comercial prometido será entregue, até porque não existe previsão de cancelamento total de torneios, e sim de suspensão, enquanto a pandemia do Covid-19 está ocorrendo no Brasil".

Na mesma linha, em relação ao Premiere, a Globo entende que o assinante do pay-per-view não será prejudicado no valor da assinatura "porque os campeonatos irão voltar". Mas o Procon afirmou ao UOL Esporte que, caso o assinante queira, pode cancelar o pay-per-view sem custo.

Leia a matéria do UOL Esporte na íntegra, aqui.

R$ 1,8 bilhão

Globo procura acalmar patrocinadores do futebol

/