arrow_backVoltar

Unmute Daniel

MullenLowe e Shazam querem dar voz a vítimas de cyberbullying

26.04.18

Com o intuito de usar a tecnologia para ajudar a acabar como silêncio em relação ao cyberbullying, a MullenLowe Profero Singapura em parceria com o aplicativo Shazam, que permite a identificação de músicas, apresenta a campanha "Unmute Daniel", criada para a ONG Singapore Children’s Society.

Segundo a agência, um em cada nove adolescentes sofre bullying na internet, mas quase a metade não denuncia. Para evidenciar o problema, a MullenLowe criou o personagem Daniel, para representar todas as crianças que sofrem bullying virtual. A ideia é fazer com que a tecnologia que as silenciou outrora, agora lhes dê voz.

Foram usadas frequências muito altas para criar uma faixa inaudível para as pessoas, mas não para o Shazam. Esta "faixa silenciosa" foi colocada em painéis digitais para transmitir a "mensagem das crianças", que só poderia ser ouvida por meio do aplicativo.

Quando o som é detectado pelo app, o usuário tem acesso a um portal sobre o bullying virtual, onde era possível ouvir as experiências não só pela perspectiva da vítima, como daqueles que o aplicam e das testemunhas.

Na ficha técnica estão dois brasileiros: Raul Palhares, redator sênior da MullenLowe Profero Singapura, e Paulo Farias, gerente de planejamento estratégico da Posterscope Singapura, empresa de mídia out of home da Dentsu Aegis Network Singapura.

Os painéis estão sendo exibidos em abrigos de ônibus, exposições de arte, faculdades e escolas.

Para testar a tecnologia, acesse este site e ative o Shazam (o som deve estar ligado antes que o aplicativo seja ativado).

Unmute Daniel

MullenLowe e Shazam querem dar voz a vítimas de cyberbullying

/