arrow_backVoltar

Unquiet Voices

Filmes mudos ganham vozes de mulheres que sofreram violência

17.04.19

Mulheres que sobreviveram à violência doméstica estão emprestando suas vozes a cenas de filmes mudos, na campanha "Unquiet Voices", criada pela Cheil Centrade para a instituição romena Anais.

A comunicação traz cenas de sete diferentes longas mudos entrelaçadas com narrativas de vítimas de abuso doméstico (veja aqui).

As histórias trazidas à tona mostram diferentes tipos de abuso, desde psicológicos, passando por econômicos, sexuais e até tentativas de homicídio.

Nesta plataforma onlineas mulheres também podem contas suas próprias histórias.

A campanha pretende ainda arrecadar fundos para ajudar a manter aberto o único abrigo para vítimas de violência doméstica na Romênia.

Os filmes, da década de 1920, utilizados na campanha foram: "Casamento ou Luxo?", dirigido por Charlie Chaplin; "Our Hospitality", por Buster Keaton e John G. Blystone; "Flaming Youth", por John Francis Dillon; "O Homem Mosca", direção de Fred C. Newmeyer e Sam Taylor; "Souls for Sale", dirigido por Rupert Hughes; "Where the North Begins", por Chester M. Franklin; e "Scaramouche", dirigido por Rex Ingram.

Unquiet Voices

Filmes mudos ganham vozes de mulheres que sofreram violência

/