arrow_backVoltar

Ancine

PL prevê corte de 43% de fundo do audiovisual

11.09.19

Projeto de lei apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Poder Legislativo prevê um corte de quase 43% do orçamento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) em 2020.

A maior redução foi registrada nos investimentos retornáveis ao setor audiovisual por meio de participação em empresas e projetos. É por esta ação que a Agência Nacional do Cinema (Ancine) aporta dinheiro em produções em busca de retorno financeiro. Para 2020, o orçamento passaria de R$ 650 milhões para R$ 300 milhões.

De acordo com matéria publicada pela Folha de S.Paulo, haverá ainda diminuição no apoio a projetos audiovisuais específicos: seriam destinados R$ 2,5 bilhões versus R$ 3,5 bilhões em 2019.

Recentemente, o governo federal deu prazo de 45 dias para a transferência da diretoria da Ancine do Rio de Janeiro para Brasília, leia aquie chegou a cogitar acabar com a Agência, aqui.

Com Folha de S.Paulo.

Ancine

PL prevê corte de 43% de fundo do audiovisual

/