arrow_backVoltar

Conar

Dados de identificação de denunciantes não serão + revelados

22.10.19

A partir  do dia 1º de novembro, o Conar (Conselho de Autorregulamentação Publicitária) passa a adotar uma nova regra, que determina que Representações Éticas abertas a partir de queixas de consumidor não contenham mais os dados de identificação - como nome, endereço e e-mail - do denunciante.

Até então, essas informações eram anexadas ao processo. Agora, os dados pessoais do consumidor que faz uma reclamação não serão mais divulgados. Dessa maneira, cabe ao Conar manter sob sua guarda a queixa e os dados.

A mudança, no entanto, não significa que o Conar passará a aceitar denúncias anônimas. A entidade continua exigindo dados pessoais para que a queixa possa ser registrada.

 

Conar

Dados de identificação de denunciantes não serão + revelados

/