arrow_backVoltar

Festival do Clube 2019

Hernán Ponce, uma história argentina

17.09.19

Existem marcas argentinas que fazem parte da história da publicidade mundial. Uma delas é a Ponce, sobrenome de um dos criativos mais conhecidos do país: Hernán Ponce, palestrante do Festival do Clube 2019. Depois de construir carreira na Y&R, ele fundou em 1997, junto com Fernando Vega Olmos, uma agência que se tornaria emblemática e cuja reputação transcendeu fronteiras, especialmente por suas campanhas globais: a Vega Olmos Ponce.

Um dos trabalhos mais notórios da agência é a campanha de uma versão do desodorante Axe, da Unilever, o Axe 3, que ganhou o primeiro Grand Prix de Integrated do Cannes Lions, em 2007 (confira mais abaixo). Vega Olmos partiu para Madri, para fundar a Lowe Latina (Lola), em 2007, e vendeu suas últimas ações em 2008, encerrando um importante capítulo da empresa. Com o desligamento do antigo sócio, a agência se transformou em Ponce Buenos Aires. Nessa época, ela já fazia parte da Lowe Worldwide, hoje MullenLowe Group, onde permanece. Hernán Ponce continuou presidindo a operação e desempenhando o papel de CCO.

Escolhido para integrar a Global Power List, da Campaign, em 2010, Ponce recebeu de Juan Cabral, outro argentino notório da indústria de comunicação, um comentário sobre a inclusão do conterrâneo na lista de 100 nomes influentes da publicidade, mídia e do marketing. Cabral declarou que existiam, na ocasião, “muitos semi-deuses da publicidade argentina, mas poucos ultrapassaram a barreira dos dez Leões, como Hernán Ponce”. De fato, o número passa de 30, a maioria com campanhas para TV. E muitos com o cliente Axe, para o qual a agência desenvolveu diversos trabalhos globais, como "Metamorphosis" e "Chocolate Man".

Ponce, que iniciou sua trajetória como redator, vai contar parte de sua história como criativo e empreendedor em sua palestra “Brasil, te digo qué se siente” (referência a um cântico que virou marca da torcida argentina na Copa do Mundo do Brasil, em 2014, o “Brasil, decime qué se siente”). É comum ouvir entre os líderes da publicidade argentina que eles têm expertise de sobreviver a crises. Foram tantos os percalços políticos, econômicos e sociais que muitas empresas conseguiram se manter graças a clientes internacionais.

Vou falar da relação entre a situação econômica argentina (não somente atual como histórica) e a produção da nossa agência”, diz. No painel, que será no primeiro dia do Festival, Ponce irá ilustrar seu ponto de vista com campanhas recentes e do passado. “Não apenas de Axe, como também de outras marcas da Unilever, como Fruttare. E também trabalhos para Fox Premium, Fox Sports, Telecom Personal, Nestlé Waters e Nat Geo”. E, no meio de tudo isso, “algumas surpresas”. O Festival do Clube acontece entre os dias 21 e 23 de setembro na Cinemateca.

Leia também "Propósito e a hora de redefinir o futuro dos negócios

Veja a programação completa do Festival do Clube de Criação 2019.

SERVIÇO

Festival do Clube de Criação
Quando: Setembro, 21, 22 e 23 - 2019 - sábado, domingo e segunda-feira
Local: Cinemateca Brasileira - São Paulo - Brasil
Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Clementino
Ingressos à venda (aqui). Garanta já o seu.
Hosted by: Clube de Criação
55 11 3034-3021
Facebook Clube de Criação
Twitter - @CCSPOficial
Instagram - @ClubedeCriacao
Teremos serviço de shuttle para quem quiser estacionar no Hotel Pullman Ibirapuera
Horário: das 08h30 às 22h30
Trajeto: Pullman / Cinemateca / Pullman
Abertura dos portões e do credenciamento: sábado, domingo e segunda às 9h

Festival do Clube 2019

Hernán Ponce, uma história argentina

/