arrow_backVoltar

Natura + Avon

Empresa brasileira em fase final de negociação da concorrente

22.05.19

A Natura está negociando a compra da Avon Produtcs Inc, em um acordo avaliado em mais de US$ 2 bilhões, segundo o Financial Times. O jornal afirma que a companhia brasileira, que comprou em 2017 a The Body Shop, passaria a ser dona de 76% das ações do novo grupo - o restante ficaria com acionistas da corporação norte-americana.

A aquisição vem chamando atenção do mercado há meses. De acordo com o jornal Valor, as empresas comunicaram em 22 de março que estavam conversando sobre a transação.

Nesta quarta-feira, 22, a Natura informou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), por meio de comunicado, que o acordo não está assinado e confirmou que está em negociações de termos e condições contratuais finais para adquirir a concorrente.

Conforme o comunicado, a transação resultaria na combinação de negócios, operações e bases acionárias. A aquisição, se for concretizada, estará sujeita a aprovações regulatórias.

O Financial Times aponta que a Avon vem enfrentando problemas nos últimos anos. Em janeiro, foi forçada a cortar 2.300 postos de trabalho. O valor da companhia listado na Bolsa de Nova York foi caindo dramaticamente e agora está em US$ 1,4 bilhão.

A divisão norte-americana da Avon foi vendida à sul-coreana LG Household & Health em 25 de abril último, e não afetou o interesse da Natura pela empresa.

A operação norte-americana (New Avon América do Norte), que tem capital fechado, foi separada da mundial há três anos, e na época foi vendida à gestora Cerberus Capital Management.

A operação mundial tem capital aberto.

Está excluída, desta forma, a chance de compra pela Natura das operações nos Estados Unidos, mas continuam as negociações junto à Avon Products Inc, com operações fora da América do Norte.

Caso o negócio se confirme, o movimento tem potencial para ampliar o mercado da gigante brasileira, com a conquista de novos públicos (em especial das classes D e E), colocando a empresa como líder isolada do setor no país, abrindo distância dos principais rivais Unilever e Boticário.

 

Natura + Avon

Empresa brasileira em fase final de negociação da concorrente

/