arrow_backVoltar

Sob nova direção

Natura se prepara para crescimento

07.01.20

A Natura &Co se prepara para um ano de novos desafios. Com a aquisição da Avon Products, Inc. concluída, o que se deu recentemente, a companhia designou nova equipe de liderança para impulsionar sua próxima fase de crescimento. Em teleconferência com analistas realizada na segunda-feira 06, Roberto Marques, presidente executivo do Conselho de Administração da Natura &Co, disse que a corporação é a maior empresa de vendas diretas do mundo.

O Valor destacou que a Direct Selling News, que reúne dados do setor, apontava que a americana Avon era a vice-líder, com vendas de US$ 5,7 bilhões. Em primeiro lugar estava a Amway, com US$ 8,6 bilhões. A união de Avon e Natura eleva as vendas para US$ 8,79 bilhões (leia mais aqui).

A nova configuração da companhia traz desafios que não eram conhecidos da Natura. Ela entra no mercado de moda e de produtos para casa, que Marques classificou como importantes para complementar o portfólio do grupo. Outra novidade se refere a negócios na bolsa. Com ações na B3 em São Paulo, a Natura &Co começou a ser negociada por meio de ADRs na NYSE (sob o código NTCO) na própria segunda-feira 06.

A combinação de Avon, Natura, The Body Shop e Aesop cria a quarta maior empresa do mundo focada em produtos de beleza (leia o que publicamos a respeito aqui e aqui). O alcance do grupo também é ampliado significativamente: são mais de 200 milhões de consumidoras no mundo atingidas a qualquer hora, em qualquer lugar, por meio de vários canais, pontos de contato e marcas icônicas.

Em comunicado, a Natura &Co diz que ocupará posições de liderança na venda por relações, on-line e off-line, tanto por meio da Avon como da Natura, com mais de 6,3 milhões de consultoras e revendedoras. O grupo salienta que terá forte posição no varejo, com mais de três mil lojas e atuação digital expandida em todas as empresas. Com receita bruta anual combinada de mais de US$ 10 bilhões, terá presença global em mais de 100 países.

Liderança

Os passos que serão dados neste ano para que o grupo consolide ainda mais sua posição e sua orientação por propósitos, que levam a corporação a adotar uma forma diferente de fazer negócios, serão guiados pela nova configuração dos executivos da alta cúpula. De acordo com a Natura &Co, Marques atuará como CEO do Grupo Natura &Co, além de presidir o Conselho de Administração.

Há quatro anos, ele entrou para o Conselho de Administração da Natura. Nesse período, defendeu uma abordagem global, multicanal e multimarcas, liderando a aquisição da The Body Shop, em 2017, e agora a combinação com a Avon. Marques continuará liderando o Comitê Operacional do Grupo (Group Operating Committee, GOC), que inclui os CEOs de cada uma das quatro empresas, além de representantes das principais áreas-chave.

Ao lado da experiente, diversificada e internacional equipe de administração sênior que anunciamos, tenho o orgulho e o privilégio de liderar os próximos passos de Natura &Co em sua jornada”, declarou em comunicado. “Com a adição da Avon, criamos uma família de empresas com relação direta sem igual com o consumidor e uma plataforma formidável de crescimento, completou o executivo.

As quatro unidades de negócios foram organizadas com base nas prioridades estratégicas do Grupo nesta fase:
• Natura &Co América Latina, que abrange a responsabilidade pelos resultados da Natura, Avon, The Body Shop na região e da Aesop no Brasil. Essa função também será responsável pela inovação e administração global da marca Natura
• Avon (exceto América Latina), responsável pelos resultados dos mercados na Europa, África, Oriente Médio e Ásia. Essa função também será responsável pela inovação e administração global da marca Avon. Além disso, no futuro, será responsável pela expansão internacional da marca Natura fora da América Latina
• The Body Shop
• Aesop

João Paulo Ferreira foi nomeado CEO para América Latina da Natura &Co. A nova organização na América Latina permitirá que as quatro marcas do grupo maximizem seu potencial, capturem sinergias significativas e acelerem o crescimento em seu impacto e presença multicanal. Ferreira liderou a revitalização do modelo de venda direta da Natura desde que se tornou CEO, em outubro de 2016.

Para a posição de CEO da Avon, foi escolhida a romena Angela Cretu. Ela entra no lugar do holandês Jan Zijderveld, que presidia globalmente a Avon. Angela passa a ser responsável pelos negócios fora da América Latina e pela supervisão global da marca. Ela tem mais de 20 anos na empresa e sua posição mais recente na companhia foi de vice-presidente do grupo e gerente geral da Europa Central, responsável por 18 países.

David Boynton permanecerá como CEO da The Body Shop, continuando a conduzir a transformação e revitalização da marca. Também será mantido Michael O’Keeffe, CEO da Aesop desde 2003.

Sobre a área de marketing e comunicação, a Natura &Co não há mudanças, conforme a empresa informou ao Clubeonline.

Sob nova direção

Natura se prepara para crescimento

/