Esqueceu sua senha?

Insira o e-mail cadastrado que enviaremos as instruções

Quer receber as notícias do
Clubeonline em primeira mão?

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. Quero receber informações de terceiros ENVIAR Quero ver a última edição

Enviar por email

Seu nome deve conter ao menos 2 caracteres. O nome do destinatário deve conter ao menos 2 caracteres. Digite um email válido. ENVIAR

Site oficial do
Clube de Criação

SITE OFICIAL DO
CLUBE DE CRIAÇÃO

Acesso exclusivo para
sócios corporativos:
Esqueci minha senha
Ainda não é cadastrado?
Seja Sócio do Clube de Criação

O CLUBE

LOJA

NEWSLETTER

Últimas

por Laís Prado

Campanhas

Contra a LGBTfobia

Secretaria de Direitos Humanos muda frases preconceituosas

18
maio
2017



A Popcorn de Minas Gerais assina campanha para a Secretaria de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, do Governo do Estado de Minas Gerais, com foco no Dia Internacional contra a LGBTfobia, celebrado nesta quarta-feira (17).

As peças trazem frases preconceituosas ouvidas com frequência pelo LGBT, como "Que desperdício", "Ah, se fosse minha filha" ou "Não gosto nem de olhar", e acrescenta textos que mudam o sentido original das palavras, com o objetivo de ajudar o público a refletir sobre o desrespeito e a violência sofridos por lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans.

Além de anúncios para revistas e posts no Facebook, foram criados templates, com janelas, de modo que as pessoas possam inserir suas fotos e participar da campanha.

Ficha Técnica:

Agência: Popcorn Comunicação (MG)
Anunciante: Secretaria de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Governo de Minas Gerais)
Direção de Criação: Leo Sevaybricker
Coordenação de Criação: Charles Alvarenga
Direção de Arte: Charles Alvarenga, Celso Haddad
Redação: Leo Sevaybricker e Breno Oliveira
Atendimento: Marina Amaral e João Pedrosa
Mídia: Ranny Avellar
Mídia Digital: Lorena Loiola
Planejamento: Bruno Teixeira e Tarick Costa
RTVC: Poliana Alves
Fotografia: Pedro Gravatá
Aprovação do Cliente: Marilia Cândido Lopes e Pablo Medrado