arrow_backVoltar

Women Leadership Council

WMcCann foca na diversidade e inclusão

09.03.18

A WMcCann parou nesta quinta-feira, 8, para falar sobre questões relacionadas a gênero e assédio no mercado publicitário e para o lançamento oficial no Brasil do Women Leadership Council (WLC), iniciativa promovida pelo McCann Worldgroup na América Latina, responsável por tratar da diversidade dentro da rede, na tentativa de promover um ambiente de trabalho mais inclusivo.

Paramos para avançar”, disse o CEO Hugo Rodrigues, que destaca ser este um primeiro passo para que o assunto seja percebido com mais clareza por todo o time e para que isso faça parte do dia a dia da WMcCann com a importância que precisa.

A agência informa que já há hoje equilíbrio entre os percentuais de homens e mulheres no quadro de colaboradores, assim como em relação à igualdade salarial. Nas posições de liderança, completa a empresa, há uma média de 48% de mulheres e 52 % de homens. Nos demais cargos, 49% de mulheres e 51% de homens.

Criado em abril de 2017, o WLC é composto por nove mulheres líderes de toda a América Latina, sendo três delas brasileiras: Debora Nitta, vp de Planejamento da WMcCann, Mônica Charoux, diretora de comunicação corporativa do McCann Worldgroup para a América Latina e Caribe, e Viviane Pepe, diretora de criação da WMcCann.

O grupo foi estruturado para tratar de maneira concreta a política de gestão de talentos, considerando a perspectiva de gênero.

A questão do assédio no mercado publicitário foi abordada em apresentação de Ken Fujioka e Ana Cortat, do Grupo de Planejamento. Eles tiveram como base o estudo “Hostilidade, silêncio e omissão: o retrato do assédio no mercado de comunicação de São Paulo”, que faz um recorte do problema no segmento publicitário brasileiro.

 

Women Leadership Council

WMcCann foca na diversidade e inclusão

/